DURATESTON 250MG 1 AMPOLA X 1ML

R$18.00

Compre Agora Pelo WhatsApp

Testosterona 250 mg.

Solução injetável – uso adulto
Via: IM profundo

Fórmula:

Cada ampola de 1 ml contém:
Propionato de testosterona:… 30 mg
Fenilpropionato de testosterona: …60 mg
Isocaproato de testosterona: …60 mg
Decanoato de Testosterona:… 100 mg
Excientes csp:…1mg

Categoria:

Descrição

Indicações Terapêuticas:

Está indicado na terapia de reposição de testosterona; em distúrbios hipogonadais como eunucoidismo, hipupituitarismo, impotência endócrino, sintomas climatéricos do sexo masculino, tais como diminuição da libido e da deterioração da actividade mental e físico, determinados tipos de infertilidade causada por perturbações da espermatogénese.

A terapia com testosterona pode ser indicada na osteoporose de origem deficiente de andrógenos.

Puberdade tardia: quando há um padrão familiar de puberdade tardia, não secundária a um distúrbio patológico, em pacientes que não responderam à terapia de suporte psicológico

Hipogonadismo primário congênito ou adquirido: quando há falha testicular devido a criptomoeda, torção bilateral, síndrome de ausência testicular ou orquidectomia.

Carcinoma da mama: Como tratamento paliativo secundário do cancro da mama metastizado em mulheres com tumores hormonais – receptivos ou que mostraram uma resposta anterior à terapia hormonal.

Tratamento do Microfalo: Também chamado de micropenis, uma doença na qual a criança nasce com um pênis anormalmente pequeno.

 

Descrição do produto

Mecanismo de ação:

Em muitos locais de ação, a testosterona não é a forma ativa do hormônio, é convertida pela 5-redutase do esteroide em diidrotestosterona, que é mais ativa. A dihidrotestosterona liga-se a um receptor proteico intracelular e esse complexo é fixado no núcleo, a elementos reguladores específicos de hormônios nos cromossomos e atua para aumentar a síntese de RNA e proteínas específicas

Os andrógenos são responsáveis ​​pela estimulação da espermatogênese, pelo desenvolvimento de características sexuais e pela maturação da estimulação sexual na puberdade.

Posologia e método de uso:

Recomenda-se uma injeção de 1 ml a cada 3 semanas, mas é preferível que o médico ajuste a dose de acordo com a resposta individual do paciente.

Contra-indicações e restrições de uso:

Se você tem alguma das seguintes doenças: tumores de mama em homens, tumor de próstata, níveis elevados de cálcio no sangue, doença hepática grave ou doença renal grave. Este medicamento não deve ser administrado a mulheres grávidas porque produz uma alta percentagem de alterações no feto.

Reações adversas e efeitos colaterais:

Em crianças pré-púberes: desenvolvimento sexual precoce, aumento da freqüência de ereção, aumento ou falha na sola-ção da epífise dos ossos, desenvolvimento excessivo das glândulas mamárias e retardo de crescimento.

Oligospermia ou diminuição do volume ejaculatório.

Retenção de água e sal.

Priapismo ou sinais de estimulação sexual excessiva.

Quando o uso de testosterona é usado em mulheres em altas doses, pode causar masculinização com sinais como crescimento de pêlos e rouquidão que geralmente desaparecem quando o tratamento é interrompido.

Precauções e Advertências:

Pacientes com insuficiência cardíaca latente ou manifesta, disfunção renal, hipertensão, epilepsia devem ser monitorados, pois os andrógenos podem induzir a retenção de água e sais. Este medicamento não deve ser administrado em crianças, pois pode causar um atraso no crescimento e aparecimento de sinais de puberdade antes do tempo.

A administração desta droga para pacientes idosos pode aumentar o tamanho da próstata.

Se esta droga for administrada a mulheres com tumor de mama, o tratamento deve ser descontinuado se houver uma elevação significativa dos níveis de cálcio no sangue.

Deve ser administrado com precaução especial em caso de sofrer de alguma das seguintes doenças: diabetes, inchaço da face, mãos, pernas ou pés, doença hepática moderada, aumento da próstata.

Interações:

É importante informar o médico responsável de todos os medicamentos que o paciente está consumindo, pois eles podem interagir com alguns medicamentos, como:

Anticoagulantes: O efeito anticoagulante pode ser aumentado devido à redução do fator prócoagulante, causada pela diminuição na síntese deste.

Agentes antidiabéticos (insulina): Os andrógenos podem reduzir a concentração de glicose no sangue.

Também pode interagir com: amiodarona, antibióticos, hormônios femininos, contraceptivos orais, fenitoína ou ácido valpróico.

Overdose:

Em caso de efeitos adversos, proceda à suspensão do uso do medicamento e consulte o médico ou farmacêutico imediatamente.

Recomendação:

A solução injetável deve ser administrada por injeção intramuscular profunda devido ao seu veículo oleoso. Não administre por via intravenosa. Armazenar a 15-30 ° C, não congelar, agitar antes de usar. Qualquer efeito adverso apresentado após o uso do produto, submetê-lo por escrito à Direção Nacional de Vigilância Sanitária DINAVISA (Brasil 783 e Fulgencio R. Moreno).

Apresentação

Caixa contendo 1 ampola de 1 ml.
Mantenha a uma temperatura abaixo de 25 ° C em local seco e fora do alcance das crianças.
Indústria paraguaia.